Escolha uma Página

Você certamente já ouviu falar do livro “Os Sete Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes” escrito por Stephen R. Covey.

Nele, o autor apresenta os padrões de comportamento comuns a pessoas de sucesso.

Pensando nisso, resolvi elencar aqui os 7 hábitos que são característicos de pessoas que não atingem o sucesso desejado, reproduzindo resultados insatisfatórios constantemente.

Será que você está de acordo? Confira e deixe sua opinião.

1. Procrastinação

Pessoas que deixam tudo para amanhã estão procrastinando também a possibilidade de alcançarem o sucesso hoje.

O amanhã não existe. Ele é uma ilusão para a qual nos preparamos, mas nunca saberemos se de fato irá ocorrer.

Somos seres em contagem regressiva na vida. A procrastinação é inimiga do sucesso na medida em que funciona como um auto boicote.

Eu aviso meu cérebro que meu sucesso pode esperar, estou confortável no meu estado atual e não me preocupo em realizar e alcançar melhores resultados em minha vida.

Se eu posso esperar para realizar, também posso esperar para colher os frutos.

2. Reclamação

A pessoa que tem o hábito de reclamar está focada no problema e não na busca de soluções e resultados satisfatórios.

Passar a vida reclamando, além de afastar as pessoas, também gera um ambiente pesado, negativo e de estresse.

O hábito de reclamar está diretamente relacionado ao que Napoleon Hill chama de Atitude Mental Negativa e torna-se um empecilho para o sucesso porque, além de bloquear a criatividade, não abre espaço para encontrar oportunidades, já que tudo é motivo de crítica negativa e que não acrescenta em nada.

3. Ausência de Objetivos Definidos

A velha máxima de Lewis Carroll não poderia ser mais atual, afinal, se não se sabe para onde vai, qualquer lugar serve.

Uma pessoa sem direcionamento na vida é o mesmo que um barco à deriva na tempestade. Pouco adianta correr se você não sabe o caminho até a chegada.

Pessoas que não possuem objetivos bem definidos não alcançam o sucesso porque não sabem o que querem, então, qualquer coisa vale.

Ter objetivos é como ter um mapa que você segue para alcançar aquilo que deseja. Já a ausência deles é como vagar no meio do nada em direção a coisa nenhuma.

4. Falta de Planejamento, Flexibilidade e Foco 

A ausência de objetivo definido está diretamente relacionada à ausência de planejamento e foco para sua realização. Um necessita do outro.

Não ter um plano de vida é viver como na música do Zeca Pagodinho deixando a vida nos levar.

O problema é que, agindo assim, não conseguiremos nos preparar para mudanças e muito menos construir uma estratégia para alcançar resultados eficazes.

Planejamento unido à flexibilidade de mudar quando necessário e focar para realizar é chave para o sucesso. 

5. Egoísmo

Aquele que não transmite o conhecimento sufoca-se.

Para se construir algo duradouro e que fará com que seu nome ecoe na eternidade, é preciso ser parte de uma corrente cooperativa e colaborativa.

O egoísmo de quem não compartilha conhecimento, tempo, objetivos e informação trava o processo e bloqueia o sucesso na medida em que retém energia, dados, experiências que poderiam evitar erros recorrentes.

O egoísta está condenado à ser só e sabemos que quem quiser ir longe, deve ir acompanhado. Várias cabeças trazem diversas soluções. 

6. Usar de Má Fé

Viver a vida dando jeitinho e fazendo gambiarra para se dar bem é um veneno letal no que concerne à resultados eficazes.

A pessoa que tem esse tipo de hábito e comportamento não sabe medir as consequências de longo prazo de sua ação.

Além disso, essas pessoas são capazes também de agir de má fé passando os outros para trás, mentindo, passando por cima da ética e lançando mão de ações corruptas que denotam sua falta de caráter.

Pode até ser que no curto prazo elas aparentam sucesso, mas o ela vai cair na própria armadilha e perder o pouco que conquistou.

Usar de má fé afasta o sucesso pois não se constrói nada duradouro com base em mentiras.

7. Acreditar que não há nada mais para aprender

A pior morte possível é aquela das pessoas que decidem morrer em vida e a melhor maneira de se fazer isso é o suicídio intelectual, negar-se a aprender, negar-se a evoluir e adquirir conhecimento.

O mundo é dinâmico e repleto de informações que nos permitem gerar ideias criativas e inovadoras para alcançar resultados eficazes.

Quem se nega a atualizar o conhecimento perde a chance de realizar novas conexões neurais e potencializar o cérebro. Aprender é alimento para a vida e para o sucesso.

Se você não sabe o que fazer para ter sucesso, saiba ao menos o que você deve começar a não fazer.

E então, concorda comigo? O que mais você acredita que bloqueia o sucesso e são hábitos de pessoas ineficazes? Você identificou algum desses comportamentos em você? O que pode ser feito para começar a muda-los?

Aguardo seus comentários. Se achar que o texto ajudará outras pessoas, compartilhe! Abraços e até a próxima.