Escolha uma Página

Inspirada pela semana da mulher, resolvi selecionar alguns filmes que chamam atenção pela força de suas protagonistas. São histórias diversas que destacam o poder das mulheres e sua capacidade de ultrapassar o limite do que se julga impossível.

Eu estou plenamente consciente da ausência de muitos filmes nessa lista, mas também acredito que ela nos representa com sua diversidade.

Fica portanto, minha singela homenagem a todas as mulheres.

Ah, a lista está em ordem cronológica.

  1. A Cor Púrpura – 1985

Celie (Whoopi Goldberg) é uma mulher simples, humilde e forte que sobrevive a diversas formas de violência e inspira as mulheres a reagir contra a subjugação.

  1. Tomates Verdes Fritos – 1991

As histórias da vida de Ninny motivam Evelyn (Kathy Bates) a ressignificar e transformar sua própria vida.

  1. Thelma e Louise – 1991

Clássico que retrata uma “fuga da rotina” de duas mulheres que de aventureiras a foragidas, empreendem uma busca pela liberdade de uma forma nada convencional.

  1. Desejo Proibido – 2000

O filme retrata a história de amor entre mulheres durante diferentes momentos do século XX tendo a mesma casa como cenário. De um casal de senhoras, a estudantes militantes, chegando ao tema da fertilização in vitro.

  1. Erin Brockovich – Uma Mulher de Talento – 2000

Julia Roberts dá vida a Erin, a qual mesmo diante das dificuldades em sua própria vida (mercado de trabalho, preconceito), decide lutar pela saúde e pelos direitos de uma comunidade.

  1. O Sorriso de Monalisa – 2002

Dessa vez Julia entra em cena como a professora Katherine Watson, a qual vai lecionar em uma tradicional escola de jovens mulheres. A protagonista se empenha em romper os padrões e quebrar paradigmas dessas garotas.

  1. Frida – 2002

Salma Hayek dá vida a Frida Kahlo e conta a história da pintora mexicana que pensava para além do seu tempo.

  1. Cidade do Silêncio – 2006

Jennifer Lopez interpreta uma jornalista que investiga o assassinato de várias mulheres mexicanas nas proximidades de uma fábrica. Ela arrisca a vida para que outras mulheres possam viver.

  1. Piaf – Um Hino ao amor – 2007

A história de Edith Piaf merece, assim como o filme Elis, um destaque nessa seleção. Nascida pobre e criada em um bordel, Edith alcançou a fama e se rendeu às drogas, mas gravou seu nome na história da música.

  1. Coco antes de Chanel – 2008

De origem humilde, a jovem Coco vai burlar as regras do seu tempo e tornar-se a maior referência de moda na França. 

  1. Comer, Rezar e Amar – 2010

Julia Roberts novamente levando para o cinema a história real de uma mulher que decidiu dar um tempo na rotina para se reencontrar consigo. Inspirado na vida e no livro de Elizabeth Gilbert.

  1. Vidas Cruzadas – 2011

O filme fala sobre a trajetória de Skeeter, uma jovem jornalista e aspirante a escritora que causa um verdadeiro tumulto em sua cidade quando dá voz às empregadas domésticas negras.

  1. Gravidade – 2013

Perdida no espaço e sem contato com a Terra, a astronauta interpretada por Sandra Bullock mostra força mental e determinação ao tomar decisões que podem custar sua sobrevivência.

  1. Joy o nome do sucesso – 2015

Joy Mangano (Jennifer Lawrence) vive em um contexto adverso e um dia tem uma daquelas ideias que valem milhões. Contudo, para vencer em um meio dominado por homens que se acham mais espertos, ela vai ter que ser mais forte do que imagina.

  1. Que Horas Ela Volta? – 2015

Regina Casé interpreta a empregada doméstica Val, cuja filha vem do nordeste para ficar na casa dos patrões. As ideias e a força da jovem abalam a relação com os patrões e deixam claro o preconceito.  

  1. As Sufragistas – 2015

A luta por um ideal, muitas vezes, custa a própria vida. O filme retrata o movimento de mulheres inglesas pelo direito de voto.

  1. Amor por Direito – 2015

A policial Laurel, casada com Stancie, é diagnosticada com uma doença terminal e precisa lutar pelo direito de sua esposa receber a pensão depois de sua morte.

  1. Malala – 2015

Representando os documentários de nossa lista, o filme mostra a história da vida de Malala, a paquistanesa que se levantou contra o regime Taleban pelo direito de educação das mulheres.

  1. Nise: O Coração da Loucura

A sensibilidade e forma diferenciada de atuar da psiquiatra Nise (Glória Pires) causa estranheza e preconceito nos outros médicos, mas ela não desiste de colocar amor no tratamento de seus pacientes.

  1. Rainha do Katwe – 2016

Phiona (Lupita Nyong) mora com a família em uma favela em Uganda que descobre no xadrez uma maneira de interpretar o mundo e mudar sua vida. Na jornada até se tornar uma grande enxadrista, ela vai nos emocionar com a simplicidade de sua vida.

  1. Estrelas além do Tempo – 2016

As mulheres por trás de grandes feitos geralmente permanecem na sombra dos homens. Dessa vez, algumas delas foram reveladas. Responsáveis pelos cálculos matemáticos que levaram os homens ao espaço, elas venceram preconceitos em uma época de segregação racial nos EUA. 

  1. Agnus Day – 2016

A jovem médica Mathilde vai enfrentar muitos preconceitos para cuidar secretamente de freiras que engravidaram por terem sido estupradas por soldados durante a Segunda Guerra Mundial.

 

Uau!!!! Acho que já dá pra fazer uma maratona. Mas … ainda temos que considerar as animações que não foram citadas na lista.

A Disney também é empoderamento: Moana, Valente, Frozen e Enrolados na versão mais atual. Representando os anos 90 temos A Bela e a Fera, A Pequena Sereia e Mulan.

Agora me ajude aí! Quais são, na sua opinião, os filmes que toda mulher que quer se empoderar deve assistir?

Abraços